Cartas sem destino

.posts recentes

. Há coisas que não têm de ...

. Deitar fora o passado

. Sinais do Destino

. Não há coincidências ...

. Feliz no passado ...

. Escutar a voz do coração....

. Breve resumo

. Simplesmente Amor ...

. Braços amigos

. Dor do próximo ...

.arquivos

. Março 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

Quinta-feira, 17 de Julho de 2008

Dar uma chance ao amor ...

Foto retirada de http://oblogdalibelua.blogs.sapo.pt

 

 

Enquanto Pilar andava nestes pensamentos existenciais, dúvidas amorosas e receio de dar um passo maior em relação à sua vida sentimental, Isabella tinha sido apanhada por um Cupido apenas em oito dias ...

Tinha jurado a si mesma, depois do desaparecimento de Gabriel nunca mais se envolver com ninguém, ainda amava o seu noivo desaparecido, no fundo da sua alma existia uma dor enorme, um vazio inexplicável ... mas às vezes, a vida gosta de brincar connosco ...

Acerca de um mês tinha chegado um colega novo ao serviço, tinha vindo destacado do Porto, chamava-se Miguel ... era moreno, olhos verdes, cabelo preto, tinha sido campeão nacional de natação e ... tinha um corpo fabuloso ... Isabella assim que o vira tinha dado um enorme suspiro e comentou com Pilar:

- Já reparaste no nosso novo colega, é cá um borracho!

- Bem, amiga, acho que estás apanhadinha! - respondeu Pilar, a rir.

A verdade é que passado quinze dias, ele convidou-a ir  passar uma tarde com ele a Sesimbra, passear à beira-mar, conversar um pouco para se conhecerem melhor ... Isabella ficou indecisa, mas Pilar insistiu tanto com ela que acabou por aceitar.

A tarde foi fabulosa e estendeu-se até de madrugada. Incluiu um jantar à beira-mar, um passeio pela Arrábida, um rol de confissões ... Isabella descobriu em Miguel tanta coisa em comum que ficou fascinada ... dizia a brincar que tinha sido visitada por outro anjo.

Anjo ou homem ... a verdade é que passados oito dias já Isabella conhecia a cama de Miguel ... bem a cama e muito mais ...

Quando ela colocava um olhar vazio , no abstracto ele sussurava-lhe ao ouvido:

- Todo o ser humano deve dar uma chance ao amor ... pelo menos mais uma vez ...

publicado por Ennoea às 22:18
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
21
22
23
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds